cover
Tocando Agora:

Ligações clandestinas podem prejudicar a rede de abastecimento de água

Prolagos adverte sobre a prática criminosa, que pode contaminar e diminuir a pressão na rede de distribuição e causar vazamentos em imóveis No ano passado,...

Ligações clandestinas podem prejudicar a rede de abastecimento de água
Ligações clandestinas podem prejudicar a rede de abastecimento de água (Foto: Reprodução)

Prolagos adverte sobre a prática criminosa, que pode contaminar e diminuir a pressão na rede de distribuição e causar vazamentos em imóveis No ano passado, a concessionária realizou 22.715 vistorias, com 10.211 irregularidades encontradas, média de quase 30 por dia. No primeiro trimestre de 2024, foram 6.460 vistorias, com 2.295 fraudes identificadas Divulgação/Prolagos As ligações irregulares de água, popularmente conhecidas como “gatos”, podem causar sérios danos ao sistema de abastecimento. Entre as consequências negativas da prática estão a perda da pressurização na rede, prejudicando o abastecimento nos locais mais distantes e elevados; a contaminação da rede de água; e vazamentos que podem danificar os imóveis. O “gato” de água também é crime previsto pelo artigo 155 (furto) do Código Penal, cuja pena pode chegar a quatro anos de reclusão, além da aplicação de multa. A Prolagos conta com um canal de denúncias, que pode ser usado pela população, de forma anônima, por meio do número 0800 70 20 195 (ligação ou WhatsApp). Pelo mesmo canal, o cidadão que deseja se regularizar, pode entrar em contato, realizando uma autodenúncia. O gerente comercial Saimon Moreira incentiva quem ainda não regularizou a situação a procurar a concessionária. “Oferecemos facilidades para que as pessoas possam se regularizar. Estamos preparados para encontrar soluções que atendam às necessidades da população, como a Tarifa Social, que oferece 50% de desconto na conta de água para famílias de baixa renda”, ressalta. A Tarifa Social é um benefício que concede desconto de 50% na conta de água para famílias que fazem parte de algum programa de proteção social do governo. Para aderir ao programa o consumidor também deve ter renda familiar de até três salários mínimos; imóvel com construção de até 50 m²; e ter média de consumo mensal de 10 m³ de água. Investimento em fiscalização As ligações clandestinas à rede de abastecimento estão na mira da Prolagos, que continuamente investe em ações de fiscalização nos cinco municípios que atende: Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, Cabo Frio, Iguaba Grande e São Pedro da Aldeia. Ao longo do ano passado, as equipes da concessionária realizaram 22.715 vistorias, com 10.211 irregularidades encontradas, média de quase 30 por dia. Já nos três primeiros meses de 2024, a concessionária realizou 6.460 vistorias, com 2.295 fraudes identificadas. Os números incluem as ligações irregulares que abastecem caminhões-pipa clandestinos. “Investimos continuamente em um trabalho de inteligência para encontrar as irregularidades, o que inclui as vistorias, e a análise de consumo dos clientes. Tudo isso para garantir que haja uma cobrança justa pelo serviço, sem prejudicar os clientes que pagam as contas em dia”, conclui a coordenadora Juliana Becker, do setor Comercial.

Fale Conosco